domingo, dezembro 24, 2006

Natal 2006

É certo que muito se passou desde que aqui deixei algumas linhas...Mais certo ainda que iniciei uma nova fase na minha vida, que me toma bastante tempo, e que naturalmente me impossibilita de aqui vir..com a regularidade que julgo ser necessária para ir dando conhecimento de algumas opiniões relativas a temas actuais.

O Natal sempre teve um significado especial para mim. Desde miúdo, confesso. Envolto numa aurea de misticismo, envolto em mistério, cheiros característicos (fritos, pinheiro, papel de embrulhos....), entre outros tantos odores característicos desta quadra...

Contudo, e creio já ter focado esta minha apreensão, não entendo o porquê de muita gente celebrar uma quadra que afinal...diz respeito ao nascimento de Jesus Cristo, sendo naturalmente motivo de alegria para a religião católica. Ou seja, uma festa para os católicos. Faz-me alguma confusão pensar que todos aqueles que se dizem ateus durante o resto dos 11 meses, troquem prendas, que não significa mais do que a alusão das oferendas dos Reis Magos para o filho de Deus...Chamo a isto hipocrisia. Ou heresia. Conforme preferirem. Igualmente me faz alguma confusão pensar que todas estas pessoas celebram os feriados religiosos. Em bom rigor, e sendo coerentes consigo mesmos, não deviam ir trabalhar? Pois...mas sabe bem ficar em casa, ainda que o motivado por algum feriado religioso...

É triste, mas cada vez mais se verifica um afastar dos valores religiosos. Cada vez mais se constata que a instituição secular "Igreja" não consegue cativar a atenção das camadas mais jovens. E cada vez mais, se verifica que as pessoas trocam prendas entre si, sem saber o real significado ou simbolismo inerente.

Dá que pensar...e até hoje, poucas foram as pessoas que me conseguiram explicar tudo isto de uma forma que eu compreendesse...

Boas Festas para todos (para os católicos e para os não católicos)