segunda-feira, maio 30, 2011

Estímulo

O estímulo é algo que faz parte da minha existência. Aliás, tenho a certeza absoluta que a vida não teria a mesma piada sem estímulos.

A situação, para mim, é clara. Todos os dias tenho algum estímulo. Pode ser mais ou pode ser menos directo, e mais ou menos importante. O que interessa é que tem, ou poderá ter um efeito em mim. Sendo que esse efeito poderá igualmente ser bom ou mau.

Já aqui disse há pouco tempo atrás que estou em dieta. Aliás, no meu caso não é daquelas dietas mesmo "à séria". Trata-se de adoptar uma dieta alimentar equilibrada. Este será um excelente exemplo para retratar o tema de hoje. Todos os dias recebo estímulos mentais para fazer um "bypass" à  minha tão bem delineada e rígida dieta. Desde a minha saudosa "Coca-Cola", passando pelo "Magnum" com recheio de caramelo duplo, as bolas de Berlim que chamam por mim...tudo isto é estimulante. À distância de "tome-lá-2-euros-e-passe-para-cá-uma-garrafa-de-litro-e-meio-de-"Coca-Cola"-bem-gelada-que-já-estou-a-ressacar". Um pouco em contraste com o estímulo amorfo e quase insignificante que é o de beber um copo de água antes de uma refeição ou de uma salada.

O exemplo acima é um entre muitos. Há o estímulo a velocidade, há o estímulo que determinado perfume nos dá, etc. Em todos os casos, a mente é sugestionada e o efeito que advém do estímulo poderá ser maior ou menor. Consoante o estímulo é bom ou mau. Quisesse Deus que só existissem estímulos bons...

Próximo Tema: Falhas de memória

Sem comentários: