segunda-feira, maio 30, 2011

Falha de memória

As falhas de memória são uma constante nas pessoas com mais idade. É um facto incontornável. Também podem ser devidas a patologias que têm associada a perda da memória. Lembro-me por exemplo do Alzheimer. Mas não será dessas falhas de memória óbvias e infelizmente cada vez mais frequentes que versa a reflexão de hoje.

Falo das falhas de memória de algumas pessoas. E já que estamos em época de eleições, falo da fraca e nem sempre presente memória dos políticos. Dou conta, com alguma preocupação e apreensão que a classe política tem uma memória muito volátil. Por outras palavras, o que dizem durante a campanha eleitoral raramente é lembrado aquando do exercício da governação. Se há duas décadas atrás algumas promessas eleitorais mereciam os meus aplausos, bem como a minha natural e clara credulidade, já nos dias que correm as coisas não são assim. Não só não acredito na argumentação naturalmente fraca e insustentada desta classe, como, fazendo uma antevisão no curto espaço de tempo, percebo que há promessas que não serão cumpridas. Nem nos próximos 70 anos. Contudo, consigo perceber que são estas mesmas promessas floreadas que conseguem reunir mais votos num povo cansado e farto que lhe vão ao bolso.

As falhas de memória dos políticos são, como não podia deixar de ser, bem calculadas. Quando um político está na televisão ou num debate televisivo sabe perfeitamente que a oposição vai trazer à baila esse tipo de argumento. As suas promessas eleitorais feitas durante a campanha e não cumpridas. E obviamente que terá de ter a sua própria defesa quando confrontado com essa "realidade". Não raro argumenta que a culpa é....do governo anterior e do estado em que deixou a Nação.

Seria importante que as pessoas honrassem as suas obrigações e responsabilidades assumidas para com os portugueses. Basta destas falhas de memória "pensadas" e que, acima de tudo em nada dignificam a classe política. Basta de prometer coisas que não podem ser cumpridas e mais à frente "esquecer-se" das mesmas. Basta de mentira. São estas e outras que me fazem ver a classe politica como completamente desacreditada, Mas no final é aquela classe que afinal até manda no País. Infelizmente...

Próximo Tema: Etiquetas

Sem comentários: