terça-feira, Junho 21, 2011

Javalis

Para os defensores dos animais, endereço desde já um sentido e honesto pedido de desculpas. É certo que não concordo com uma série de espectáculos (eg.: touradas, sejam de que tipo forem), mas gosto da caça. Especialmente ao javali. Por várias razões (passando pela questão das armas, como não podia deixar de ser) e terminando nas "esperas" que têm de ser feitas.

Para quem anda um pouco mais distraído (a) destas lides (o que acaba por ser natural, dado que a caça não é algo que seja consensualmente aceite), a "espera" não é mais que, como o próprio nome indica, fazer uma espera à caça. Para muitos não é muito interessante, até porque por vezes é necessário esperar algumas horas. Mas como quem corre por gosto não cansa, será uma forma de induzir alguma piada à coisa. Imagine-se se tudo fosse tão fácil como "chegar lá", descarregar 4 ou 5 cartuchos, caçar e vir embora. Não tinha piada.

Conheço e já oiço falar dos javalis há bastante tempo. Naturalmente que quem caça também os conhece. Grosso modo, o javali é aparentado do (e ao) porco doméstico. Com a diferença de ter piores modos, ser maior e ser adestrado (ou domesticado). Assim sendo também é conhecido como "porco selvagem" ou mesmo "javardo".  

Uma das coisas que o javali mais gosta de fazer é o tão conhecido banho de lama. Estes banhos têm várias funções. Uma das funções passa pela regulação da temperatura corporal do animal, uma vez que os javalis não suam por terem glândulas sudoríparas atrofiadas (glândulas responsáveis pela sudação). Por outro lado, também existe a crença de que estes banhos têm um  importante papel nas relações sociais da espécie, e pasme-se, na selecção sexual. Enquanto no verão todos os javardos usam e abusam do tão apreciado banho na lama, sem distinção de sexo ou idade, durante a época do cio estes banhos estão reservados quase que exclusivamente aos machos adultos. Considera-se que estes banhos ajudam a manter os odores corporais sob um substrato estável como aquele proporcionado por uma camada de barro aderida à pelagem.

A boca do javali é provida de enormes dentes caninos que se projectam para fora e crescem continuamente. Os caninos superiores são curvados para cima, enquanto os inferiores, ainda maiores, chegam a ter 20 cm de comprimento. Os caninos são usados como armas em lutas entre machos e contra inimigos. Aqui reside um potencial grande problema e preocupação para um caçador que inadvertidamente falhe o seu tiro. Passa a ter em mãos (ou noutro sítio qualquer) de lidar com uma investida de uma besta que em adulto poderá chegar aos 250kg (macho) e aos 130 kg (fêmeas), como pêsos máximos.

Ao contrário de certas raças de porcos domésticos, os javalis são cobertos de pelagem. A mesma é rija e nos adultos variam de cor entre o cinza-escuro e o acastanhado. As crias apresentam cor de terra clara com listras negras, o que lhes dá uma camuflagem eficiente. A pelagem das crias acaba por escurecer com a idade.

Para terminar, é sabido que há muitos coutos em Portugal que promovem o desenvolvimento desta raça com o propósito económico. Para quem não sabe, a prática da caça por cá, não é à vontade do freguês. Daí haver um interesse associado ao desenvolvimento de locais e espécies em determinados locais, que promovam a caça nos mesmos. Contra o pagamento de um "fee".

Não se pode (deve) ir por aí com uma espingarda e desatar aos tiros indiscriminadamente. Há uma época da caça específica, há espécies protegidas (em risco de extinção) e há ainda a proibição de uso de certas  munições. Como não podia deixar de ser, há sempre quem fure o esquema legal. E a seu "bel prazer" entende legislar novos decretos legais e vá de caçar em áreas protegidas, espécies protegidas e claro, usando aquela munição proibida. A jusante, ou como consequência, há todo um compromisso sério do desenvolvimento da raça, espécie, sub-espécies bem como a prática perigosa da caça (em zonas não autorizadas, não sinalizadas e demarcadas - podendo haver alguma bala perdida que vá atingir alguém).

É necessário garantir e supervisionar em que condições, por quem e onde é praticada a caça - dotando quem de direito dos meios necessários e adequados. Não só do javali, mas também de todos os outros tipos de caça. Só assim será assegurada a segurança na prática da caça e a manutenção do ecossistema.

Próximo Tema:  Passagem de Trabalho

Sem comentários: