sábado, novembro 19, 2011

Picos de Corrente

Os picos de corrente são daquelas coisas (entre tantas outras) que têm o dom de me fazer perder a pouca paciência que tenho. Assim mesmo. Sem dificuldade alguma.

Naturalmente que não vou entrar no detalhe técnico no porquê de acontecerem os picos de corrente, até porque não conseguiria dar uma justificação consolidada e bem credível. O meu conhecimento de leigo relembra-me que um pico de corrente é a intensidade máxima que um determinado aparelho eléctrico tem e prejuízo pode provocar numa corrente eléctrica lá de casa quando é ligado. Grosso modo é isso. E o resultado é o conhecido. Quando por exemplo se decide ligar um aquecedor que eu cá sei e que existe lá em casa, é certo e sabido que passado um par de minutos, se alguém quiser encontrar-me é percorrer uma qualquer parede lá de casa, onde deverei estar a colado, a tactear para rapidamente chegar ao quadro eléctrico e o voltar a ligar.

Além do doloroso inconveniente que é a probabilidade de dar um pontapé em cheio numa base de um dos móveis lá de casa, subsiste outra questão. Embora tenha os despertadores dos telefones programados para o meu despertar de madrugada, tenho também vários despertadores-rádio lá de casa. Daqueles que têm números bem luminosos e que no meu caso iluminam bem o meu quarto ficando o mesmo quase com a luz solar. Quando há um pico de corrente e o quadro "vem abaixo" os despertadores ficam desregulados. São pelo menos uns 5 despertadores que tenho de acertar. Desconfio que alguns são mais velhos que eu atendendo à complexa conjugação de teclas que tenho de pressionar em simultâneo...E irrita-me este tipo de obrigação. Dá-me vontade de atirar estes despertadores para uma fossa oceânica e nunca mais ouvir falar deles. Ou não ter de os acertar!

Malditos picos de corrente..

Próximo Tema: Mais olhos que barriga

Sem comentários: