domingo, dezembro 25, 2011

Bastidores

Pouca gente valoriza os "bastidores". Refiro-me  a pessoas / organizações que não sendo conhecidas, têm um contributo preponderante no sucesso (ou fracasso) de alguém.

É sabido que os políticos não elaboram os seus discursos. Estudam / decoram os discursos preparados por terceiros. Por outras pessoas que têm como responsabilidade ou atribuição o estudar, investigar e compilar informação. Que têm por hábito ler toda a imprensa diária com o intuito de ganhar conhecimento das notícias que versem o político para o qual trabalham. São estas pessoas para quem não há um agradecimento público. E consigo perceber porquê. Seria desmontada toda a credibilidade de uma figura pública se fosse conhecida a sua não autoria das intervenções ou posições públicas que faz / assume. Contam-se pelos dedos de uma mão (ou meia mão) as pessoas públicas que não têm conselheiros de imagem ou uma equipa de profissionais que labora arduamente, 24/7, para a construção de uma imagem credível, sólida e inabalável. Sim, creio ser do conhecimento de qualquer ser pensante que há certas notícias que são rapidamente abafadas e que nem sequer vêm a público, por via de serem perigosas ou que podem "beliscar" a imagem de alguém. Tudo tendo como objectivo conferir o máximo de consistência à imagem  de alguém.

É pena que todas estas pessoas, que constituem equipas determinadas a manter a imagem de uma pessoa, não sejam publicamente reconhecidas. Os "louros" ficam sempre para as figuras públicas. Que "sem saber ler nem escrever" mantêm intactas e incólumes as suas imagens. E em alguns casos..à prova de tudo!

Próximo Tema: Carteiro

Sem comentários: