domingo, abril 15, 2012

Já aqui devo ter escrito sobre as minhas reuniões de condomínio. Estou certo que já. Seria impensável não ter dedicado algum do meu tempo a escrever algumas linhas sobre estas reuniões tão peculiares. Aliás, e se não estou em erro, escrevo sempre que me obrigo a fazer "corpo presente" numa delas. Um ou dois dias depois.

Como é conhecido, uma das coisas que tem o dom de me deixar fora de mim é a pontualidade. Fico ansioso e começo a suar das costas. As palmas das mãos ficam escorregadias e o suor (tipicamente salgado) entra-me pelos olhos dentro deixando-me quase cego. Não entendo porque não são as pessoas pontuais. Há sempre uma treta de uma desculpa. Pois bem, aparte daqueles casos tipo alguém ter-se engasgado com uma espinha do bacalhau, ter levado com a porta do armário da cozinha na testa e ter aberto um lenho de 5 cm ou ter escorregado na banheira e ter feito um entorse no pé, não há justificações para atrasos.  Pergunto eu...se há uma convocatória para uma reunião às 2100H, porque teimam as pessoas em aparecer mais tarde? Não compreendo. Se a convocatória fosse feita para as 2300H, em alguns casos apareciam no dia seguinte....Mas aposto que para ver uma dessas novelas fajutas que passa à hora do jantar...é um ver se te avias na cozinha!! Já aqui o escriba,  não raro tem comer uma peça de fruta para enganar a fome e chegar a horas à dita reunião. Não acho correcto que os demais condóminos de banqueteiem e dêem um ar da sua graça uma hora depois. Nota: Posso aqui avançar que nas minhas acções de formação é rara a pessoa que chega atrasada. E posso também assegurar que jamais toleraria um atraso superior aos 15 minutos protocolares. Temos pena. Aguente-se e para o ano há mais...

Há uma agenda que é seguida nas reuniões de condomínio. Aliás, como em qualquer reunião que se preze. Essa agenda costuma estar bem clara nas folhas que me são entregues à entrada para a tal reunião (ou colocadas na caixa do correio). Aqui reside outra das minhas questões. Porque razão se demora tanto tempo a debater os pontos? Porque são permitidas discussões "à margem" da reunião? Porque não são as pessoas incisivas, objectivas e sumárias? No final de um dia de trabalho, apetece-me tanto ficar a saber os problemas pessoais de cada condómino como lamber o caule de uma roseira. Pior. Irrito-me comigo mesmo porque invariavelmente sou cavalheiro. Com dois lugares para me sentar, um de cada lado, opto por ficar em pé. Porque há senhoras presentes e porque acho que se podem querer sentar. Afinal, acabamos todos por fazer cerimónia. Ninguém se senta durante toda a reunião. E claro, ao fim de 3 horas (sim, leram bem, três horas de reunião), os meus rins parecem querer explodir. E obviamente começo a ficar impaciente, a olhar insistentemente para o relógio e tento desesperadamente estabelecer contacto visual com o(a) Administrador(a) para que abrevie a sessão para irmos todos embora dormir.

Não preparar uma reunião de condomínio é como ir para um teste à espera que o conhecimento surja durante o mesmo. É mau. E pior. Contrariamente a um teste onde só a asno(a) que não estudou perde o seu tempo (que deve ter a rodos), numa reunião de condomínio há um(a) iluminado(a) que consegue a proeza de fazer perder o tempo do quorum presente. Adoro. Depois de um daqueles meus dias em que só me apetece arrancar o cabelo, uma reunião de condomínio é mesmo a cereja no topo do bolo.

Porque não sou Administrador? Porque não tenho paciência. Nem tampouco tenho tempo ou disponibilidade para estar presente sempre que há uma vistoria à cobertura do telhado ou quando uma das fossas da garagem entope. Tenho para mim a forte suspeita de que, sendo eu Administrador, as coisas não correriam bem para os condóminos faltosos com as suas obrigações. Há carros que pegam fogo misteriosamente. Há tubos de travão que estão sempre a romper. Há pessoas que do nada caem e partem os dentes da frente. Ninguém está livre que um azar lhe bata à porta. E sinceramente, as coisas entravam nos eixos. Se há coisa que detesto...é a tão nossa conhecida "chica espertice" portuguesa. Será que as pessoas não se mancam? Será que acreditam mesmo que toda a gente é desprovida de cérebro e come gelados com a testa? Haja paciência! E menos reuniões destas!!

Sem comentários: