domingo, julho 14, 2013

Nos últimos tempos já recebi dois e-mails do meu caríssimo e "muy nobre" amigo Director das Finanças. Eu vou já explicar o porquê desta simpatia.
Desde que tive conhecimento que as facturas referentes ao pagamento de serviços podem ser dedutíveis que passei a pedir sempre um comprovativo da transacção comercial (e nos domínios aplicáveis) naturalmente.
O que faço é simples...deixo acumular até Domingo as facturas dessa mesma semana. Refiro-me a facturas de refeições uma ou outra factura relativa a uma qualquer intervenção em qualquer um dos carros ou mesmo a factura referente a um corte de cabelo. Já se adivinha o que vem a seguir. Separo as facturas por código de actividade económica (CAE) e a partir daí é começo pacientemente a introduzi-las no site "e-factura" criado para este efeito. E insiro 30,40 ou até 50 facturas nesse Domingo. É
Acredito que esta "actividade" de inserção seja ímpar e seguramente notada pelo meu amigo Director das Finanças que sem qualquer dúvida deverá estar num Domingo de manhã, aí pelas 0900H a ver quem insere facturas no "site" dedicado. Das pessoas que conheço ninguém faz isto. Aliás, são raras as pessoas que pedem facturas aquando do pagamento de determinados serviços. Passei a pedir por uma questão de equidade. Se tenho de pagar à cabeça os meus impostos...faço com que o fornecedor de determinado serviço também seja obrigado a fazê-lo. É uma lógica simples. E se todos pedirmos a factura...a fuga ao fisco diminui. 

4 comentários:

Isabel Ortega disse...

"Pedimos desculpa por esta interrupção, o programa "blog" segue dentro de momentos..."
Assim rezava a mira técnica da velhinha televisão quando havia alguma avaria que forçava à paragem da emissão.
Espero que isto não represente o fim do "programa". Beijo :)
IO

Anónimo disse...

:-)
Bj

PAz

Isabel Ortega disse...

Aí é que tu te enganas João!
Tens pelo menos uma pessoa que conheces que também tem esse hábito! Eu já o faço também desde janeiro e já vou com 5 euros e tal a receber (confesso que ainda não me dei a trabalho de saber como virá parar essa enorme quantia na minha conta) e reconheço que é uma valente seca introduzir as facturas.
As minhas como são na sua maioria referentes à restauração e nomeadamente de alguns estabelecimentos que frequento com mais regularidade, dou-me ao trabalho de as separar por estabelecimento, assim pelo menos o n.º de contribuinte é introduzido via copy/past.
Mas concordo contigo a 100%, se todos pedirmos a factura...a fuga ao fisco diminui.
Bjsss ;)
IO

Anónimo disse...

Não quer " inserir " as minhas ? :-) bj