domingo, julho 28, 2013

Em pleno séc. XXI, ao meu lado e há uns dias atrás, estava eu parado num semáforo em Lisboa e uma senhora que viajava no "lugar do morto" de um carro que estava ao meu lado, calmamente abre a janela e despeja uns 5 lenços de papel para o chão. O semáforo entretanto "abriu" e esse carro arrancou. Confesso que fiquei sem reacção. E dei comigo a pensar nisto.
A senhora em causa tinha idade para ser minha mãe. Ou talvez avó. Não sei bem. E fiquei de tal forma incomodado com esta situação que fiquei a pensar na mesma nos dois dias seguintes. Afinal isto não acontece só com as crianças de tenra idade e/ou com as pessoas que pertencem a classes menos favorecidas - onde a educação teoricamente não será a mesma de alguém de uma classe "mais favorecida". Está aqui a prova e testemunhada por mim. Não me contaram. Vi eu.
Na actualidade aflige-me o facto das pessoas não sejam educadas. Portugal (especialmente nesta altura do ano e principalmente a capital da Nação e o Porto, já não falando das magníficas praias por esse Portugal fora) faz parte dos roteiros dos operadores turísticos por esse mundo fora. E nada pior como cartão de visita que um país sujo e mal organizado. Já há tantos outros aspectos em que a imagem de Portugal poderá ficar "beliscada" (a arrogância de algumas pessoas, a chica-espertice de outras, os charlatões, etc.)!!

Sem comentários: