domingo, janeiro 05, 2014

Ano Novo

Votos de Bom Ano de 2014

Em primeiro lugar quero felicitar todos(as) os meus(minhas) leitores(as) pelo novo ano que agora entra. Que 2014 traga tudo de bom, especialmente muita saúde e dinheiro. Sem saúde o dinheiro não serve de muito.
Em segundo lugar, os meus mais sinceros votos para que, no campo profissional, tudo melhore. Quer ao nível da remuneração para aqueles que estão no activo (e agora que se fala numa aparente retoma económica), quer ao nível da oferta de mais postos de trabalho possibilitando aqueles que estão no desemprego há muito tempo que ganhem novo alento em 2014.
Em terceiro e último lugar, o amor. Que este ano seja uma referência em termos de consolidação do que já se sente por alguém e que seja também um ponto de partida para aqueles que nada sentem e que querem sentir. E quero acreditar que o ano que agora tem início vai ser um ano rico em boas novidades.

Gripe

É verdade. Comecei o ano com o pé esquerdo. É a segunda vez que este maldito vírus me apanha desprevenido num tão curto espaço de tempo.  E desta vez conseguiu levar a melhor porque me "atirou ao tapete" durante um dia inteiro...arrepios de frio, dores na cabeça e corpo, dores de garganta, fizeram com que não me conseguisse levantar e ir trabalhar. Ou treinar, naturalmente. Creio que não errarei muito ao avançar a informação de que esta será uma estirpe do vírus diferente e mais resistente. Senão vejamos: eu que faço desporto regularmente terei, à partida, um sistema imunitário mais forte que uma pessoa que não tem uma prática de desporto tão regular, certo? E a virulência do bicho tem mesmo de ser elevada para me ter deixado/deixar derreado. Mas estou a tratar dele... Quem me vai conhecendo percebe as implicações que isso tem para mim, em termos de disciplina e cumprimento de objectivos. Contudo, há uma novidade. Consigo ler tudo isto de outra forma (e que não conseguia ler ou perceber até agora e que é lógico para qualquer pessoa com 2 dedos de testa): É simples. Se eu estiver recuperado e a 100%, mais rapidamente poderei retomar o trabalho e os meus tão queridos e necessários treinos. Confesso que demorei algum tempo a chegar a este ponto e a contornar a questão da disciplina e treino, mas é a realidade. Na questão do trabalho, graças a Deus tenho bons colegas que conseguem fazer as minhas vezes. No treino, tudo se recupera. Com afinco e determinação. E perseverança. Características que não me faltam. Depois, também me é fácil de compreender que uma gripe mal curada tem dois potenciais perigos: a) Para mim mesmo, porque poderá dar origem a outro tipo de maleita mais severa e complicada de resolver (e.g. pneumonia) e b) Contágio dos meus colegas o que significa, só por si, diminuição da produtividade. E como diz o povo "Com a saúde não se brinca". E desta vez não posso mesmo brincar. E só sairei de casa quando estiver a 100%

Eusébio

Não sendo um entusiasta do futebol é com alguma tristeza que vejo partir aquele que foi, considerado por muitos, o melhor jogador de futebol português de todos os tempos. Calhou ser do Benfica, mas podia ter sido de outro clube qualquer. Segundo sei, a sua história não foi diferente de muitos outros jogadores de futebol daquela altura. Alguns tinham sucesso. Outros não. O Eusébio teve. E muito. Numa altura do pós-guerra em que a Alemanha, Reino Unido, França e Itália tinham jogadores do mais alto nível, Portugal mostrou que não ficava atrás por via de ter um jogador importantíssimo - Eusébio. E o Benfica teve dos seus melhores anos. De sempre. Mais um ciclo de vida que se fecha. Paz à sua alma.

3 comentários:

Nazaré...Nazaré disse...

Quero me debruçar sobre o terceiro voto: o amor. Tirando a saúde, nada na vida é mais importante. Seja ele um amor que começa e que nos traz todas aquelas sensações/emoções únicas, mesmo que já tenhamos vivido outras histórias de amor; seja ele um amor consolidado, um sentimento que vai ficando, vai evoluindo e torna duas pessoas numa só.
E quero continuar a acreditar que "estes amores" existem de verdade.

Anónimo disse...

O amor...lindo...
Aquele sentimento que nos traz vontade de ir mais longe, que nos inspira e nos põe um brilho nos olhos...
Bj

PAz

Átomo.Esfera disse...

Espero que estejas recuperado.
Bj