domingo, agosto 10, 2014

Os diminutivos

Os diminutivos são daquelas coisas que.....não me irritando de morte têm o dom de me deixar com os poucos pêlos que tenho no corpo eriçados. E pior. Tudo isto acontece ao longo de um dia. Desde o trabalho até ao ginásio.
Costuma dizer-se que em cada lar português há um João. Na minha família, sendo numerosa, há vários. Donde, há uns largos anos atrás, optou-se por atribuir um diminutivo ao nome "João"..e sendo eu o mais novo, na altura, fiquei eu como o "Joãozinho". Neste caso concreto, e na medida em que há um fundamento lógico subjacente, não me choca. É claro que com o passar dos anos me passou a fazer alguma confusão ser chamado de "Joãozinho" pelos tios/tias e primos/primas. Mas recordo-me sempre da razão pela qual tal acontece e fico mais tranquilo.
O mesmo pensamento não consigo ter no meu dia-a-dia. Talvez a minha capacidade de aceitar os diminutivos tenha decaído substancialmente. Não acho piada alguma ao fazer um "telefonemazito" para outro Departamento, preparar uma "apresentaçãozita" para dar na semana que vem ou, por exemplo, fazer um "ombrinho" e uma "perninha" no ginásio. Fico irritado. Faz lembrar aqueles miúdos que para chamar a atenção começam a falar de forma afectada e como se fossem mais pequenos (bebés)...só tenho vontade de cortar os pulsos e regar com álcool quando tal acontece!!

Sem comentários: