domingo, outubro 19, 2014

Complacência

Comecei há muito pouco tempo a ministrar formação numa matéria que, no meu entender, é importantíssima no contexto da aviação: os factores humanos.
É uma matéria que posso adiantar que dá pano para mangas. Muito pano mesmo. E especialmente para os técnicos de manutenção aeronáutica, "público-alvo" especialmente importante.
Nesta formação de factores humanos pretende-se sensibilizar estes técnicos para a importância que as suas acções podem ter no contexto da aviação e que poderão ter indesejáveis desfechos (incidentes / quase acidentes ou acidentes aéreos).
Um dos factores humanos que efectivamente poderá conduzir ao erro / falha humana no contexto da manutenção de aviões é a complacência. E creio que há uma correspondência com a vida pessoal de cada um de nós. Em algum momento seremos ou já fomos complacentes. Em contexto formativo reforço a ideia que a complacência é algo que deve ser evitada a todo o custo dramatizando com exemplos que espelham bem essa tendência (e.g. a realização de tarefas sem a consulta de manuais técnicos por se pensar que se sabe tudo de memória...etc.).
Na vida pessoal há também essa tendência (errada). Acharmos que sabemos tudo e que não precisamos de mais informação. De perceber, de estudar ou de ter mais dados. E isso pode conduzir-nos a juízos precipitados ou conclusões que não serão as correctas.

Sem comentários: