domingo, novembro 09, 2014

Crossfit

Depois de quase 3 anos a correr e um ano e meio de ginásio (musculação) vou, já a partir do próximo mês, experimentar uma nova actividade - o "crossfit".
Estou bastante expectante na medida em que é algo completamente diferente do que tenho feito até agora. Por um lado, a corrida, em que há um ganho substancial de musculatura do trem inferior (logicamente) e um aumento substancial da função respiratória. Por outro lado, a minha opção de treinar máquinas no ginásio prendeu-se, há algum tempo atrás, com o facto de ter perdido muita massa gorda (e muscular) com o início da corrida. Ou seja, na altura, fazia para mim todo o sentido o ganho de massa muscular perdida para evitar ficar com um físico demasiado "seco" (que esteticamente nunca apreciei).
Confesso que não tem sido tarefa fácil. Para começar, obrigo-me a treinar todos os dias. À excepção de Domingo. Nos demais dias...ou corro ou faço ginásio, alternadamente. Chama-se a isto disciplina. Espírito de sacrifício e acima de tudo, uma necessidade de exercício físico que queime os excessos alimentares que pratico diariamente. Esta é a verdade. Gosto de comer bem. Sempre gostei. E não me parece que algum dia embarque em fundamentalismos de "só" comer isto ou aqueloutro. Acredito que se possa comer tudo...com moderação. Tento seguir essa linha de pensamento.
Há mais vantagens que desvantagens na prática do "crossfit" comparativamente à musculação, em concreto (e dado que não penso, para já, em deixar a corrida). Evita-se a rotina na medida em que os exercícios são planeados previamente e tendo em linha de conta determinados objectivos: força, elasticidade, potência. São aulas sempre dadas por professor pelo que, a probabilidade de "dispersão" com troca de sms ou televisão é reduzida. Aliás, acredito mesmo que seja impossível. Outro aspecto importante é o gasto calórico. Por via dos exercícios realizados (aliados a uma alta intensidade) há, naturalmente, um dispêndio superior energético. A desvantagem é efectivamente o perigo de lesão aquando da prática desta actividade. Mas é como em tudo...também me posso lesionar a correr ou numa máquina do ginásio!
A médio, longo prazo, pelas minhas contas de cabeça, poderá significar que está para breve a tonificação da região abdominal (aquela que sempre me custou a trabalhar) e com toda a certeza, a melhoria da minha condição física e o ficar mais perto do meu objectivo final: porte atlético. A ver vamos como corre tudo. Vou dando notícias!

Sem comentários: