domingo, março 08, 2015

Conterrâneos

Há dias fui renovar o cartão do cidadão e o meu passaporte. Embora só caducassem em Agosto e Abril próximos, respectivamente, fi-lo já para evitar situações de stress desnecessárias. Assim, e após alguns minutos de espera fui atendido por um funcionário que, conversa puxa conversa, percebeu que eu tinha nascido em África.
Não é a primeira vez que isto acontece comigo e fico a pensar que quando se percebe que temos ali um conterrâneo como que o ar "desanuvia". Entre tantos outros portugueses nascidos por cá (Portugal) - aquele passa a ser UM momento importante que necessariamente tem de ser festejado de alguma forma. Tive a sorte de cair nas graças do digníssimo funcionário e consegui tratar de toda a documentação com ele. Poupei tempo e evitei filas sem fim naquele dia. Não deixou de ser curioso e...positivo na medida em que me despachei muito rápido!

Sem comentários: