domingo, maio 31, 2015

O sermão

Um dos momentos mais importantes da celebração eucarística é sem dúvida alguma o sermão. Para quem não está muito familiarizado com a terminologia da Santa Igreja, o sermão, para facilitar o entendimento, não será mais do que as palavras que o concelebrante profere após a "Palavra do Senhor" ou "Evangelho" (leitura da Bíblia).
Desde muito cedo que os sermões me intrigaram um pouco. Sempre me suscitou grande curiosidade no aspecto do que o padre ía dizer depois da leitura daquele Domingo. Ou seja, será que os padres sabem o que dizer? Será que o entendimento dos padres que celebram determinada missa e lêem o Evangelho será a mesma que o entendimento da Santa Igreja acerca desse mesmo Evangelho? Será que eram focadas todas as "palavras chave" que a Santa Igreja entende que devem ser naquela leitura específica? Nunca entendi. Acredito que as celebrações sejam preparadas e acredito igualmente que determinado sermão seja proferido vezes sem conta ao longo dos anos. O que não significa que seja o mais adequado ou que a opinião seja partilhada com quem está a ouvir aquele sermão. No final do dia será a opinião do padre acerca daquela leitura.

Sem comentários: