domingo, maio 24, 2015

Violência Policial

A agressão do pai à frente de uma criança é uma imagem que dificilmente sairá da memória desta. Veja-se no vídeo o pânico miúdo. Um bom polícia é treinado (e tem preparação específica anti-motim, por exemplo) para resistir às maiores provocações que possamos imaginar. Já não comentando a inqualificável agressão do ancião pelo mesmo profissional da PSP. Um momento delicado como era este jogo - no qual se podia antever o campeão nacional - era naturalmente lido como um momento particular para festejos mais efusivos. Para estes momentos em concreto é necessário aplicar na prática o que se aprendeu. E possuir nervos de aço e uma capacidade (extra) de poder de encaixe para conseguir manter a segurança e a ordem pública. Este polícia em concreto demonstrou, lamentavelmente, que faltou às aulas dessa disciplina.

1 comentário:

ana claudia macedo disse...

Não haja a menor dúvida. Ainda por cima, ele era o comandante. Mais um motivo para que não agisse da maneiras que agiu.