domingo, novembro 29, 2015

Maçonaria e Opus Dei

Comprei hoje de manhã. Estou muitíssimo curioso para ler um pouco mais sobre estas ordens. Secretas ou não. Quero poder...opinar com mais conhecimento de causa do que aquele que detenho neste momento (próximo do nulo). Oportunamente darei nota do que achei do livro! 

domingo, novembro 22, 2015

Politiquices....

Tenho para mim que a questão "quente" da política nacional é um tema que vai fazer correr muita tinta durante os próximos meses. E não será pelas melhores razões.
É triste que chegar a um ponto destes. Muito triste, diria mesmo. É triste que Portugal, acabado de sair de um período de austeridade marcado por 4 anos, viva neste momento um momento de instabilidade política como há muito tempo não há memória e quando há uma especial atenção por parte da União Europeia. E dos credores, naturalmente. 
O casamento do PS com os outros partidos da Esquerda está condenado à partida. É como alguém casar-se com outra pessoa - assumidamente por conveniência - e saber que, por via das divergências de fundo em algumas matérias, dentro de meses irá ter lugar o (inevitável) divórcio. Esta situação não será surpresa para ninguém que já esteja habituado(a) à falta de carácter do Secretário Geral do PS - que chegou a este cargo como se sabe e o mesmo durante a campanha eleitoral e  na noite dos resultados assumiu que não pensava em coligar-se com os demais partidos do quadrante da esquerda. Será este aquele que ficará à frente dos desígnios de Portugal... 
Irei "pagar para ver" quanto tempo dura este "casamento por conveniência". Infelizmente, acredito que não passe do próximo Verão de 2016 (se é que chega até lá). Espero,sinceramente, estar enganado. A bem de Portugal e dos Portugueses.

domingo, novembro 15, 2015

Massacre em Paris (11.2015)

É impossível ficar indiferente ao massacre de ontem à noite em Paris. Até ao momento foram 100(?) as perdas humanas a lamentar. Infelizmente, e por toda a Europa, o nível de risco da ameaça terrorista (já de si elevado) irá aumentar assim não haja por parte dos Estados Membros uma resposta determinada e vigorosa. A organização deste massacre evidencia um planeamento cuidado, que visa "ofender" a estrutura de um País desde sempre assumidamente contra o Estado Islâmico e amigo dos EUA. 

No início deste ano referi que o ataque ao jornal parisiense seria o primeiro de outros. Afinal tinha razão. França era, é e será sempre um barril de pólvora que aguarda que o accionamento do detonador. Paris será sempre um alvo terrorista mais apetecível por ser o coração desta Nação e consequentemente com uma maior visibilidade mediática. 

Paz às almas daqueles que perderam ontem a vida.

domingo, novembro 08, 2015

Travão na Privatização da TAP

in"Público" (08-Nov-2015)

O PS voltará atrás na privatização da TAP. Pelo menos é o que pretende o programa de Governo que o PS está a discutir.

De acordo com o documento, "o governo não permitirá que o Estado perca a titularidade sobre a maioria do capital social da TAP". O actual Executivo, de Passos Coelho, assinou um contrato de promessa de compra e venda de 61% da TAP.

O PS sempre disse ser contra a venda maioritária da companhia aérea. Agora, diz que, se for Governo, encontrará "formas – designadamente através de uma efectiva acção junto das instituições europeias e do mercado de capitais – de capitalizar, modernizar e assegurar o desenvolvimento da empresa, ao serviço dos portugueses e de uma estratégia de afirmação lusófona". Não se refere como se porá fim ao acordo já existente.

Mas privatização é algo banido neste programa. "Este caminho de privatização é rejeitado neste Programa de Governo, garantindo-se que não se fará nenhuma nova concessão ou privatização". E é também por isso que o PS quer travar o processo de privatização da EGF e qur reverter as fusões de empresas de água que "tenham sido impostas aos municípios.
(...)

Este será (um dos piores) erros cometidos e elencados no Programa Eleitoral apresentado pela Coligação de Esquerda. Veremos qual o preço da factura que irá ser pago pelos Portugueses...

domingo, novembro 01, 2015

As raças de cães potencialmente perigosas


A escolha destas 7 raças como "Potencialmente Perigosas" é discutível. Muito mesmo. Aliás, 3 das raças (i.e. terriers) são usualmente resgatadas pelas Autoridades a indivíduos sem escrúpulos que os submetem a lutas ilegais. Esta é uma daquelas discussões que tem lugar há muito tempo e que, pessoalmente, entendo como estéril. A perigosidade de determinada raça tem uma correlação directa com o adestramento e condições em que determinado cão vive. Um pastor alemão poderá facilmente integrar esta lista se estiver 3 semanas preso com um grilhão ao pescoço e a ser continuamente apedrejado. Ou se estiver regularmente presente em duelos com outros cães. Seria importante (e útil) que de uma vez por todas a Ordem dos Veterinários desmistificasse esta falácia e clarificasse a opinião pública menos informada. Não há cães perigosos. Há sim donos perigosos. (Teaser: Se o Rottweiller é uma raça potencialmente perigosa porque razão é tão utilizado pela GNR?) smile emoticon