sábado, dezembro 31, 2016

Último dia do ano

É verdade. Este ano o final de ano calha a um Sábado e como tal antecipo um dia o meu texto semanal.
O ano que hoje termina foi rico em acontecimentos. Uns bons e outros maus. O facto de estar a escrever estas linhas e desse lado alguém estar a ler, para mim, é bom sinal. É sinal que conseguimos chegar aqui. E mais um ano se passa.
Não me irei alongar muito. Muito rapidamente, não consegui atingir um dos meus objectivos para este ano: o mau feitio. Penso que melhorei, mas ainda não consegui chegar a uma melhoria significativa. Mas como parar é morrer e isso não irá acontecer - nem o parar nem o morrer, se Deus quiser - irei continuar a minha luta!
Em termos profissionais o saldo pauta-se por um ano de consolidação de conhecimentos. Algumas fases com mais trabalho e consequentemente mais cansaço, outras nem tanto. O normal. Espero que este crescimento pessoal e esta tendência de amadurecimento se mantenha.
No plano familiar, tudo tranquilo. Desde o início do ano que temos connosco a princesa. Linda. Meiga. Sorridente. E tem sido muito bom ver, com regularidade (não a que eu desejaria por via da distância que nos separa) o crescimento da mesma a olhos vistos e consequentemente a sua interacção connosco. Já o príncipe, cada vez mais reguila e com as birras naturais da idade. Normal.
Este ano gostava e quero tentar melhorar algumas coisas. A questão do feitio é sem dúvida uma delas. Outra é tentar sociabilizar mais. É verdade. Tentar gerir melhor ou um pouco melhor o meu tempo para dar para tudo. O treino irá continuar como até aqui. Vai haver um ligeiro ajuste no horário de treino para tentar apostar um pouco mais na sociabilização. E aqui introduzo o outro tema que falei há umas semanas atrás - o jipe. Penso que será uma meio para atingir um fim. Ou seja, vai ajudar-me a sair de casa e por exemplo, ao fim de semana, programar outras actividades. Veremos. Estou apostado nisso!
Boas entradas para todos(as)! Até para o ano!

Sem comentários: