domingo, abril 23, 2017

Passeio de Sábado

Ontem foi dia de passeio longo. Fiz algo que já queria ter feito há muito tempo e que, aqui entre nós, adoro fazer. Ir à Baixa a pé. Tive a sorte de ter um dia de feição pelo que o passeio ainda correu melhor. Nem muito frio nem muito calor, com uma agradável brisa.
Ir à Baixa é algo que vai buscar as minhas memórias de infância. O apanhar o táxi (ou o autocarro de dois andares) no Rossio. O andar a pé (eu e o irmão a passar as passas do Algarve) e entrar em todas as lojas que a minha mãe queria entrar. Pior que isso só mesmo levar uma martelada com toda a força no dedo mindinho da mão esquerda. Mas fazia parte.
A ideia do passeio de ontem não era tanto o visitar lojas, mas sim o passear um pouco a pé na Baixa. Saí no Saldanha e desci tudo até à Avenida da Liberdade, passei pelo Chiado, Largo de Camões e fui até ao Cais do Sodré. E depois fiz o caminho inverso até ao Saldanha (estação de metro onde cheguei e onde parti para voltar para casa).
Nesta altura do ano a Baixa é "assaltada" pelo turismo. Muitos, muitos mesmo. Aliás, começa nesta altura e deverá durar até cerca de Setembro ou Outubro, a época "alta". As lojas estão abertas até tarde e as esplanadas cheias. O tempo é convidativo e, pela primeira vez, vi não só uma organização clara desta zona da cidade (tendo por objectivo o atrair e bem receber o turista) bem como uma clara oferta de "tuc tuc". Isto sim. Nunca imaginei que houvesse tanta, mas tanta oferta. Chego a pensar que a oferta é superior à procura...para ser sincero.
Gostei muito deste passeio. Nas calmas. Sem pressas. Foi um dia inteiro muito bem passado.

Sem comentários: