domingo, maio 28, 2017

Visita surpresa + Cansaço

Visita surpresa

Na 6F passada (26.05) foi mais um aniversário da minha mãe. E que teve uma visita surpresa: meu irmão e família.
Tenho para mim que para a generalidade das pessoas talvez seja complexa a realização de um exercício simples: imaginar que algum familiar/ente querido está longe, e objectivamente com um oceano pelo meio. Não conheço muitas pessoas na mesma condição. Mas é o que acontece. Bem sei que hoje em dia a viagem para os Açores é rápida, mas, como concordarão comigo, era mais fácil estar tudo no mesmo pedaço de terra, ainda que a 2H de distância! 
Eu já tinha conhecimento desta surpresa. O meu irmão tinha-me dito no início da semana passada que viriam no final do dia de 6F para jantar connosco. Assim sendo, organizei-me por forma a sair do trabalho, ir comprar um ramo de flores e ir a casa entregar. Passados 20 minutos, o meu irmão enviou "sms" a informar que tinha acabado de aterrar. Nesse compasso de tempo (espera pela bagagem do porão), fui ao supermercado comprar um bolo e duas velas para o Afonso entregar à avó. Fui ao aeroporto buscá-los. Voltei para casa e assisti ao ar de deleite da minha mãe, com esta surpresa. Deixei cunhada e princesa em casa e fui com meu irmão e Afonso buscar o jantar - afinal a minha mãe não estava preparada para esta surpresas - nem tampouco desconfiava. No final do dia, no momento em que escrevo estas linhas, tenho cá a família. Na mesma região geográfica. O que é simplesmente único.

Cansaço

No seguimento do texto anterior, partilho convosco que chego a esta altura do meio do ano de língua de fora. Cansado. Os treinos, o pouco intervalo de descanso e uma actividade profissional marcada nos últimos meses por alguns picos de trabalho, conduzem a que esteja verdadeiramente cansado. Por outro lado, neste momento, estou lesionado: na zona do peito (desde há duas semanas que ao fazer uns exercícios no crossfit me magoei). E passados alguns dias dessa lesão no peito, magoei-me no ombro direito numa das aulas de Krav. É a velhice! Tenho aproveitado estas últimas semanas para repousar - só do crossfit por ser mais intenso e trabalhar com pêsos. No próximo final de semana tenho um evento de Krav e quero estar (quase) a 100% pelo que faz sentido não abusar da sorte nestes dias. E tenho sentido menos cansaço. Mas ainda assim...algum!

Boa semana para todos(as)!

Sem comentários: