terça-feira, junho 13, 2017

Regresso à Praia

Calma. Regressar à praia não significa que tenha passado a adorar a praia. Não aconteceu e não irá acontecer. Ir à praia tem associado algumas variáveis que, devidamente conjugadas, conduzem a um resultado que normalmente não me é favorável. Demasiado calor (naqueles dias em que não corre brisa), vento (que levanta a areia), lixo na areia, água fria e pessoas mal-educadas são algumas dessas variáveis que me mantêm, não raro, afastado da praia. Contudo, este ano, o paradigma e abordagem (minha) para com a praia foi alterada.
Para começar, vou para a praia de manhã, cedo. E saio da praia à hora a que tantas vezes cheguei. Faz a diferença toda. Não fico parado na toalha. Circulo. Vou andar a pé. Espairecer. Desopilar. Ver as vistas. E escuso de ficar a torrar na toalha. Vamos ver como corre a partir daqui. Com esta nova forma de estar.

Sem comentários: